NÃO ESTÁS SÓ…

Maio 10, 2009 at 10:23 pm 11 comentários


F.F.

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

MAIO, MÊS DE MARIA E MÊS DAS MÃES Feliz Aniversa’rio JCSa’ *.*

11 comentários Add your own

  • 1. José Sá  |  Maio 11, 2009 às 8:36 am

    Faz sempre falta termos alguém para falar. Mas que nem se chegue a falar, a certeza de alguém que nos ouve é muito importante. Alguém que nos faça ver outras perspectivas, alguém que nos “desafie” constantemente a darmos o nosso melhor.
    Linda letra desta música.

  • 2. Fatima Fontes  |  Maio 12, 2009 às 9:30 am

    O amor que há numa grande amizade:
    é como a luz do dia,
    clareia o pensamento,
    anima o coração
    e enche a vida de alegria.

  • 3. José Sá  |  Maio 12, 2009 às 2:21 pm

    Que viva a amizade… que aquece o coração com o sorriso dos lábios, e as palavras sentidas que nos acariciam.

  • 4. Cátia  |  Maio 12, 2009 às 3:47 pm

    Realmente esta expressão hoje em dia é mt importante, pois é mt importante ouvir isto de um amigo principalmente quando estamos mais em baixo.

    Ajudanos bastante…

    ………………………………..”EU TOU AQUI”

  • 5. O Dia a Dia  |  Maio 17, 2009 às 7:05 pm

    Boa tarde a todos
    Já há bastante tempo que costumo ler os comentários/opiniões dos assuntos retratados no site que por mero acaso descobri. Depois de muito os ler, gostaria que os utilizadores/comentadores me respondessem:
    Vocês próprios fazem o que apregoam ser correcto?
    Não estão a utilizar sim, este espaço para dizerem o que a vossa mente pensa que é correcto?
    É que a Vida é simples, nós é que a estragamos com as nossas atitudes e pensamentos.
    Um abraço.

  • 6. Fátima Fontes  |  Maio 17, 2009 às 9:55 pm

    Olá dia a dia, sim talvez tenha razão mas também é no que acredito Viver implica conhecer-se, profundamente, ciente de si, deixar de se enganar trabalhando para mudar aquilo que não está bem. E o maior risco é errar.
    Ver a luz, mesmo nas sombras, e criar luz nas próprias trevas.
    É doar-se, sem pedir; é ceder, sem resistir; é entregar-se, sem recear. Mas quero dizer que sim, gostaria de ver mais comentários seus é bom partilhar mos opiniões.

  • 7. Manuel  |  Maio 20, 2009 às 12:08 am

    Permita-me meter a foice, caro “O Dia a Dia”, em seara alheia, já que a resposta à sua pertinente questão não me caberia a mim, assim o julgo, contudo e por me sentir à vontade e sem qualquer comprometimento com o grupo “Folhas Livres”, uma vez que não pertenço ao grupo, não sou nado nem residente nas suas freguesias, nem conheço a quase totalidade dos seus elementos, posso garantir, eles são de facto, aquilo que exprimem neste blogue. A não ser que, os meus olhos e ouvidos me estejam a enganar.

    Esta minha certeza vem da atenção que dou às acções, atitudes, amizade e companheirismo dos elementos que compõem e tornam o grupo forte.

    Vou mais longe no meu comentário à sua questão, a única pessoa que eu conheço no grupo “Folhas Livres”, é, sem margem para dúvidas, um ser humano que está “aqui” se precisarmos, mesmo não conhecendo as pessoas que ajuda.

    Vale a pena um grupo assim!!!

  • 8. José Sá  |  Maio 20, 2009 às 1:25 am

    Muito bem. Duas respostas a uma provocação. Como responsável, não respondi, porque não temos nada a provar. Apenas tentamos fazer uma descoberta de nós mesmos, reflectimos, e partilhamos. Para atingir objectivos é preciso primeiro estabelecê-los. Não significa que os atinjamos à primeira e que não haja retrocessos. A vida é um caminho que é preciso percorrer e não uma meta para se atingir.
    Mas quando alguém entra com quatro pedras na mão, talvez esteja a esconder alguém que não se sente de bem com a vida, alguém magoado e procura ter razão para expressar os seus desgostos. Diz o povo que “quem é desconfiado não é certo”. Convido a todos os visitantes, a partilharem as suas experiências, humanas e de fé, no respeito pela diferença e em espírito de diálogo.
    Nós temos as nossas resistências emocionais para não nos deixarmos intimidar, ou com necessidade de justificar àquilo que supomos ser uma investida. Os outros só nos farão mal, emocionalmente, se nós permitirmos.

  • 9. O Dia a Dia  |  Maio 21, 2009 às 12:27 am

    Olá a todos
    Antes de mais quero agradecer a todos pelas respostas, se bem que hajam alguns equívocos, que passo a esclarecer:
    Relativamente aos jovens, Fátima Fontes e o Manuel, penso que deram umas respostas bem enquadradas. Quanto ao Sr. Pe. José Sá, não precisava de arremessar pedras, pois pensou que eu o fiz, mas não, nem emocionalmente o tentei. Não se enquadra na minha maneira de ser, nem na educação que meus Pais me deram. Estava unicamente a fazer uma pergunta aos jovens. Já passei por essa idade, e sei bem que muitas vezes dizemos o que é correcto, mas não o praticamos. Já aconteceu comigo. Não tenho o prazer de o conhecer, pois sou morador em Albufeira, Algarve, mas penso que quando me respondeu, estava num dia menos bom.
    Um abraço

  • 10. José Sá  |  Maio 21, 2009 às 5:07 pm

    Olá “o dia a dia”. Se a sua intenção não era beliscar os meu “meninos”, tudo bem, peço desculpas. Mas na minha interpretação, não o conhecendo, considerei que entrou a matar, sem também nos conhecer. E para defender os meus jovens, estou aqui, com unhas e dentes. Eles precisam de incentivos.
    Seja bem vindo ao nosso grupo. Agora que esclarecemos as nossas intenções, pode sair daqui um bom lugar de encontro para futuras reflexões e partilhas.

  • 11. JoAnA  |  Maio 22, 2009 às 4:52 pm

    como e’ bom sabermos que NUNCA ESTAMOS SOS*
    qe temos sempre alguem para falar… para desabafar..alguem em quem podemos confiar* ..alguem que nos da’ as maos e nos diz “levanta’te” ..algue’m que nos da’ um abraço na altura certa..que nos enche de mimos quando mais precisamos…
    que nos ajudam a pensar e fazer ver as coisas de uma outra maneira..alguem que esta’ de fora…e nos diz “tem atençao…secalhar ese nao e’ o caminho certo..pensa ..tem cuidado”…
    e’ bom sabermos que nao estamos sos…porque na realidade nao estamos…
    falo porque acredito que para alem de quem tenho do meu lado fisicamente tambem ha alguem que me acompanha..que eu nao vejo..mas que sinto…
    Por iso…
    devemos dar muito valor…aqueles que nos acompanham que estao do nosso lado…e que nunca nos deixam SO’S…principalmente quando mais precisamos..
    nas alegrias ..e nas tristezas!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Precisa de material multimédia?

É catequista? Precisa de recursos multimédia para apoio à catequese? Clique na separata "recursos multimédia" e fale connosco.

Estatística do Blog

  • 155,104 visitas
Maio 2009
S T Q Q S S D
« Abr   Jun »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

%d bloggers like this: