Amizade, um tesouro.

Junho 29, 2009 at 10:25 am 2 comentários

A amizade é como a saúde: Nunca nos damos conta do seu verdadeiro valor até que a perdemos.
“Todo meu património são os meus amigos” Emily Dickinson. Um amigo verdadeiro é alguém que crê em mim ainda que eu deixe de crer em mim mesmo.
Cultivar um verdadeiro amigo requer dedicação e tempo.
A amizade é o ingrediente mais importante na receita da vida.
Uma vida sem amigos é como viver numa ilha deserta, sem água, sem alimentos, sem luz.
Um verdadeiro amigo é alguém que te conhece tal como és, compartilha tua dor e jamais te julga por teus erros.
A amizade duplica nossas alegrias e divide nossa tristeza.
Se planta uma semente de amizade, recolherá um ramo de felicidade (Lois L. Kaufman).
Uma resposta honesta é sinal de uma amizade verdadeira.
É muito difícil encontrar um bom amigo, mais difícil ainda deixá-lo e impossível esquecê-lo.
O amor pergunta para a amizade
para que tu serves?
a amizade responde: sirvo para limpas as lágrimas que tu deixas cair (Luísa de Paula castro)
“As pessoas entram na nossa vida por acaso; mas não é por acaso que elas permanecem”!
Que a nossa amizade não seja como a lua que apesar de linda às vezes muda de fase, mas que seja como o céu que apesar de lindo e infinito…
Amigos de verdade não se separam apenas seguem caminhos diferentes. (Bárbara)
Um abraço vale mil palavras.

F.F.

Entry filed under: Uncategorized. Tags: .

“Não Posso…” Silêncio

2 comentários Add your own

  • 1. O Alegre  |  Junho 29, 2009 às 1:24 pm

    A amizade não se força, não se compra, não se vende. A amizade acontece lentamente, em silêncio e devagar. Amigos são muito importantes. Mas amigos de verdade, em que podemos confiar e que podem confiar em nós são difíceis de encontrar. Os melhores amigos muitas vezes se conhecem mais que os próprios familiares e cônjuges, funcionando como um confidente. Para atingir esse grau de amizade, muita confiança, honestidade e fidelidade são depositadas.

  • 2. Emilia  |  Julho 16, 2009 às 12:32 pm

    Existem pessoas em nossas vidas
    que nos deixam felizes pelo simples fato
    de terem cruzado o nosso caminho.

    Algumas percorrem ao nosso lado,
    vendo muitas luas passarem,
    mas outras apenas vemos entre um passo e outro.
    A todas elas chamamos de amigo.

    Há muitos tipos de amigos.
    Talvez cada folha de uma árvore caracterize um deles.
    O primeiro que nasce do broto
    é o amigo pai e o amigo mãe.
    Mostram o que é ter vida.

    Depois vem o amigo irmão,
    com quem dividimos o nosso espaço
    para que ele floresça como nós.
    Passamos a conhecer toda a família,
    a qual respeitamos e desejamos o bem.

    Mas o destino nos apresenta outros amigos,
    os quais não sabíamos que
    iam cruzar o nosso caminho.
    Muitos desses são designados
    amigos do peito, do coração.
    São sinceros, são verdadeiros.
    Sabem quando não estamos bem,
    sabem o que nos faz feliz…

    Às vezes, um desses amigos do peito
    estala o nosso coração e então
    é chamado de amigo namorado.
    Esse dá brilho aos nossos olhos,
    música aos nossos lábios, pulos aos nossos pés.

    Mas também há aqueles amigos por um tempo,
    talvez umas férias ou mesmo um dia ou uma hora.
    Esses costumam colocar muitos sorrisos na nossa face,
    durante o tempo que estamos por perto.

    Falando em perto,
    não podemos nos esquecer dos amigos distantes,
    que ficam nas pontas dos galhos,
    mas que quando o vento sopra,
    aparecem novamente entre uma folha e outra.

    O tempo passa, o verão se vai,
    o outono se aproxima,
    e perdemos algumas de nossas folhas.
    Algumas nascem num outro verão
    e outras permanecem por muitas estações.
    Mas o que nos deixa mais feliz
    é que as que caíram continuam por perto,
    continuam aumentando a nossa raiz com alegria.
    Lembranças de momentos maravilhosos
    enquanto cruzavam o nosso caminho.

    Desejo à você, folha da minha árvore,
    Paz, Amor, Saúde, Sucesso, Prosperidade…
    Hoje e Sempre…

    Simplesmente porque:
    Cada pessoa que passa em nossa vida é única.
    Sempre deixa um pouco de si e leva um pouco de nós.
    Há os que levaram muito,
    mas não há os que não deixaram nada.

    Esta é a maior responsabilidade de nossa vida
    e a prova evidente de que
    duas almas não se encontram por acaso.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Precisa de material multimédia?

É catequista? Precisa de recursos multimédia para apoio à catequese? Clique na separata "recursos multimédia" e fale connosco.

Estatística do Blog

  • 148,619 visitas
Junho 2009
M T W T F S S
« Maio   Jul »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

%d bloggers like this: